NOTÍCIAS


15
ago

Exposição sobre Padre Albino está no Colégio Catanduva

A exposição fotográfica itinerante “A vida e obra de Padre Albino” chegou ao Colégio Catanduva e despertou a curiosidade das crianças. Organizada pelo Museu Padre Albino, a exposição está distribuída em sete painéis frente e verso, reunindo 123 fotos desde a chegada a Catanduva até seu falecimento, em 1973. A mostra ficará disponível para visitação até o final de agosto. Alunos do 2º e 3º anos do Ensino Fundamental I visitaram a exposição, acompanhados de suas professoras, Rosemeire Ap. Marques Rosa e Josiane Grefenir da Silva, que ressaltaram a importância do sacerdote para o desenvolvimento da cidade. Pais e familiares dos alunos também poderão visitar a exposição que está instalada no hall de entrada do Colégio. Aberta na Pinacoteca Municipal João Nasser, em maio passado, a exposição já passou pelo AME Catanduva, Hospitais Emílio Carlos e Padre Albino e ainda irá percorrer outros departamentos mantidos pela Fundação Padre Albino. A exposição faz parte da programação comemorativa do centenário da chegada de Padre Albino a Catanduva.
13
ago

Placas ajudam a conhecer a história de entidades criadas por Padre Albino

Dentro da programação comemorativa dos 100 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva, placas informativas foram instaladas nos departamentos mantidos pela Fundação Padre Albino e em entidades criadas por influência e/ou estímulo do sacerdote, com o objetivo de manter viva a memória e ressaltar a importância dele para a cidade. As placas, de 20x25cm, além de identificar os espaços, possuem tecnologia QRCode, código de barras bidimensional que pode ser facilmente escaneado por celulares equipados com câmera. Esse método leva a pessoa automaticamente para o site dos 100 anos da chegada de Padre Albino, onde é possível conhecer a história daquela entidade, numa verdadeira viagem ao tempo. Ao todo foram mais de 25 placas distribuídas. Elas estão instaladas no Hospital Padre Albino, Hospital Emílio Carlos, Museu Padre Albino, Recanto Monsenhor Albino, Padre Albino Saúde (PAS), UNIFIPA – Câmpus Sede e Câmpus São Francisco, Colégio Catanduva, Colégio Nossa Senhora do Calvário (Colegião), Coleginho, Lar Ortega-Josué, Casa da Criança Sinharinha Netto, Vila São Vicente de Paulo, Catedral Santuário Nossa Senhora Aparecida, Capela São Bento e Igreja Matriz de São Domingos.
10
ago

Público vibra e elogia show de Edson e Hudson pró HCC

O show da dupla sertaneja Edson & Hudson no Clube de Tênis Catanduva dia 03 de agosto último, promovido pela Fundação Padre Albino pró HCC/Hospital de Câncer de Catanduva, foi um sucesso de público e crítica. A turnê “Eu e Você de Novo” agitou os admiradores da música sertaneja. A dupla intercalou grandes sucessos da carreira com canções inéditas e de outros intérpretes e o público cantou e vibrou. Todos saíram elogiando o espetáculo. A organização do show estima a participação de aproximadamente 1.500 pessoas, sendo que os funcionários da Fundação não pagaram ingresso. “Achei a iniciativa da Fundação maravilhosa em presentear Catanduva com um show maravilhoso e ainda em prol de uma grande e generosa causa que é o HCC.O catanduvense prestigiou e saiu satisfeito do show, organizadocom tanta maestria. Acredito que futuramente a Fundação poderia pensar em eventos desse gênero para angariar recursos e ampliar ainda mais a visibilidade do HCC, pois Catanduva é receptiva e ainda carece de eventos desse nível”, disse o jovem empresário Leonardo Mei.O presidente do Sincomércio, Ivo Pinfildi Junior, também elogiou o evento. “Gostei muito do show; me surpreendeu positivamente”. A apresentação musical teve início às 23h00, mas antes, às 21h00, foram homenageados funcionários da Fundação Padre Albino com a medalha dos 100 anos, instituída para ser entregue antes da realização do show. A escolha para o recebimento da medalha, portanto, foi feita entre os que participaram do show a partir da proporcionalidade do total de funcionários de cada Departamento da Fundação e os nomes indicados por cada gestor. Os critérios para a escolha foram tempo de serviço, assiduidade, dedicação, comprometimento, respeito e profissionalismo. A entrega da medalha seria surpresa para o funcionário, que foi informado apenas do horário de início da solenidade. No entanto, muitos não compareceram e deixaram de recebê-la. Das 100 medalhas previstas foram entregues, pelo Dr. José Carlos Rodrigues Amarante, presidente da Diretoria Administrativa da Fundação, pelo Dr. Nelson Jimenes, reitor da UNIFIPA, pelo diretor Luiz Marcos Garcia e pelos conselheiros Natalin Antonio Natalício e Vanderlei Carlos Facchin, para Coordenadoria Geral/Centro de Serviços Compartilhados: Lilian Pet Hosina; Marcelo Aparecido Godoy Ruiz; Carlos Henrique Ornellas; Fernando Ruiz Cegatti; Vânia Regina Catóia Garcia e Isaias Romana. Recanto Monsenhor Albino: Edna Rodrigues dos Santos Napedri. Centro Universitário Padre Albino – UNIFIPA: Marisa Centurion Stuchi. Colégio Catanduva: Roselei Adriana Baio e Angélica Garcia Andreotti Rodrigues. Ambulatório Médico de Especialidades/AME Catanduva: Jaqueline de Cássia Brambila Juvenazzo. Hospital Padre Albino: Vitor Afonso da Silva; Luciana Maria Dias Ulian; Josiani Gabas; Izabel de Fátima Luizon; Evandro Pedro; Sebastiana Forcato; Andreia Ferraz Gomes; Alice Pedrassoli Neto. Hospital Emílio Carlos: Cleusa Staropoli; Roseli Deriguido Baldo; Margarida Vergínia Bordignon de Mello; Marilete Karen Luzia Pedreiro Biagi; Sonia Maria Fávero Portilo; Sueli Aparecida Furtado Romana; Lourdes de Fátima Ferreira de Castro; Aparecida Donizeti Pereira da Cruz Fiomano; Cássia Maria de Souza; Zilda Perpétua Prioli; Pedro Luiz Ferraz do Amaral; Kely Cristina de Souza; Francisco Favato; Nádia Barakat Kato; Luzia Eleutério da Silva e Fábio Joaquim. Padre Albino Saúde: Roseli Batista de Lima; Crislaine de Almeida Brandão Bellini e Amanda Merlei Jacob Zerbinatti. O funcionário Marcelo Ruiz agradeceu a medalha e se disse feliz por fazer parte da instituição.Amanda Jacob Zerbinatti adorou tudo: “desde a entrada, o espaço muito bom para quem ficou na pista, o som”. Segundo ela, “não tenho o que reclamar; só elogiar”. Fernando Cegatti ficou muito feliz em ser lembrado na entrega das medalhas e ressaltou o ambiente,“muito agradável”.A Profª Roselei Baio ficou lisonjeada com a premiação. “Estou na Fundação Padre Albino desde 1989 e a considerominha segunda casa. Toda conquista que tive até hoje agradeço à Fundação Padre Albino e ao Colégio Catanduva. Gostaria de compartilhar essa medalha com todas as minhas colegas de trabalho. Meu muito obrigada”. O evento fez parte da programação dos 100 anos da chegada de Padre Albino a Catanduva e contou com o apoio de Fernando Pereira Produções, Ondas Verdes, Band FM, Rede Central, Banca do Rossi, Janja Modas e Padre Albino Saúde.
20
jul

Exposição de fotos sobre Padre Albino está no HPA

A exposição fotográfica itinerante “A vida e obra de Padre Albino” chegou ao Hospital Padre Albino (HPA) e ficará disponível para visitação até o final deste mês de julho, no hall do refeitório. Organizada pelo Museu Padre Albino, a exposição está distribuída em sete painéis frente e verso, reunindo 123 fotos desde a chegada dele a Catanduva até seu falecimento, em 1973. Aberta na Pinacoteca Municipal João Nasser, ela já passou pelo AME Catanduva e Hospital Emílio Carlos e ainda irá percorrer outros departamentos mantidos pela Fundação Padre Albino e órgãos da Prefeitura Municipal. A exposição faz parte da programação comemorativa do centenário da chegada de Padre Albino a Catanduva.

CONHEÇA O MUSEU

PADRE ALBINO

 

FUNDAÇÃO PADRE ALBINO
Rua dos Estudantes, 225
CEP 15809 144
Catanduva . SP
17 3311 3200 . Fax 17 3311 3201

100 ANOS PADRE ALBINO - FUNDAÇÃO PADRE ALBINO